Ganhar mais dinheiro e administrar melhor é possível! - InBeauty Brasil

Blog Inbeauty Day

10 jul

Ganhar mais dinheiro e administrar melhor é possível!

“Grana, bufunfa, dindin, o resto tá bacana pra mim”. Conhece? É o trecho de uma música da Rita Lee que fala sobre dinheiro. Engraçado como representa boa parte da população quando diz que amor, saúde e trabalho não faltam, o que ela precisa mesmo é de dinheiro. Se assim como a Rita você também só quer ganhar mais dinheiro, esse texto veio pra te ajudar a administrar as finanças e finalmente alcançar a liberdade que você tanto sonha.????

Economiza daqui, dá uma segurada de lá, mas ainda assim o aperto começa já no dia do pagamento, quando você percebe que não sobrou nem um troquinho pro sorvete. Aí, você se pergunta como a sua colega de trabalho, que ganha o mesmo que você, e consegue fazer tantas coisas…

Não se preocupe. Essa é uma situação bastante recorrente e tem solução (vamos trazer algumas dicas aqui mesmo, neste texto). Em um primeiro momento, tudo o que você precisa é se dar conta de que algo não está indo muito bem com a sua vida financeira. E isso você já está fazendo ao se permitir olhar para essas questões. Este texto vai te ajudar a perceber que com pequenas mudanças, você será capaz de ir muito mais longe do que imagina.

Mesmo que você nunca tenha estudado economia e sempre tenha tido uma péssima relação com o dinheiro, hoje terá a oportunidade de rever várias coisas. Aproveite para refletir sobre o propósito do seu dinheiro e o que ele vai te trazer. Ele é o objetivo final ou um meio para chegar em algum lugar? Sabe qual é esse lugar? Se não sabe, comece já a rascunhar. Logo mais chegaremos nesse passo e tudo vai ficar mais claro.

Vamos ganhar mais dinheiro!
Vamos ganhar mais dinheiro!

 

Vamos começar?

1 – “Não tenho dinheiro”

Se essa é uma frase que você costuma dizer no seu dia a dia, já vamos te alertar: elimine essas palavras do seu vocabulário. Nossa mente é facilmente manipulada e pode comprometer seu julgamento. Ela não sabe diferenciar o que é real ou figura de linguagem. Um exemplo disso é quando nos emocionamos assistindo um filme ou uma novela. A mente recebe a informação, processa e entende que aquilo é real. Prova disso são as lágrimas que caem “de vez em sempre”.????

Agora imagine sua mente recebendo diariamente a informação de que você “nunca tem dinheiro pra nada”? Automaticamente, o registro vai sendo reforçado e suas ações vão levar em conta essa informação. Sua realidade vai se moldar pouco a pouco para comportar esse comando e o que acontece? Você realmente vai ficar sem um tostão. “Mas então, o que eu digo?”, diga que tem muito dinheiro, ele apenas está se materializando na sua conta e já, já vai entrar. Da mesma forma que seu cérebro condiciona todas as suas ações para ficar no negativo, vai te conduzir até o azul. Só confiar, que a magia acontece! ???? Não custa testar, certo?

Eu rica, rica, rica!
Eu rica, rica, rica!

2 – Você sabe quanto gasta?

Agora que você já está recondicionando sua mente para uma consciência de abundância, pode passar para o próximo passo. Nessa etapa você deve anotar tudo, absolutamente tudo. Para que você esteja apta(o) para administrar com propriedade e responsabilidade total as suas finanças, anote tudo o que você movimenta mensalmente, tanto o que recebe quanto o que gasta. Cada centavo é de grande diferença no montante.

A ideia é fazer esse comparativo mensalmente e, depois, anualmente. Assim, você terá uma visão completa da sua movimentação financeira e ficará muito mais fácil passar para o próximo passo (que vamos ver a seguir). Você pode registrar as saídas e as entradas em um livro-caixa, em um caderninho, em uma agenda, em uma planilha ou em um aplicativo, como o Guia Bolso (disponível para Android e IOS), o Minhas Economias (disponível para IOS), o Finance (Android e IOS), entre outros.

Sabemos que você já ouviu, então chegou a hora de fazer. Mesmo!
Sabemos que você já ouviu, então chegou a hora de fazer. Mesmo!

 

3 – Está gastando ou investindo?

Com base em seu levantamento, chegou o momento de diferenciar o que é gasto e o que é investimento. Sabe como? Basta se perguntar, antes de usar seu dinheiro se aquilo que você está adquirindo (seja um produto ou um serviço) vai trazer retorno para você no futuro (próximo ou não). Isso pode te ajudar muito a controlar as compras impulsivas, uma vez que você pode avaliar com clareza se seu objeto de desejo vai perder utilidade em pouco tempo ou se ela vai te trazer algum tipo de experiência.

Se tiver R$ 30, por exemplo, e você pode escolher entre um livro e uma blusa nova, qual deles você considera um investimento? Essa é fácil, né?! Mas ilustra facilmente o conceito que queremos trazer. O livro, naturalmente, é um investimento, uma vez que com ele você poderá adquirir mais conhecimento e, em consequência disso, vai poder aperfeiçoar seus saberes. Quanto à blusa, você realmente precisa dela?

 

4 – Não adianta fechar a boca carteira

Da mesma forma que dietas restritas não conseguem um resultado duradouro no processo de emagrecimento, passar a vida economizando e “juntando dinheiro” não vai te trazer grandes riquezas ou, talvez, leve muito tempo até que você consiga usufruir do dinheiro tal qual gostaria. Além disso, o ato de estar o tempo inteiro poupando e guardando de todos os lados envia ao cérebro a seguinte informação: vai faltar! Logo, você se vê tomada(o) por um sentimento de medo e insegurança financeira, que realmente vai ficar difícil prosperar, uma vez que todas as suas atitudes serão pautadas nessas emoções. Então, foque na abundância e abra sua mente para receber tudo o que você merece!

A questão é: mentalidade.
A questão é: mentalidade.

 

5 – Abra sua mente! Chegou a hora de ganhar mais dinheiro

Ao passo que você expande seus horizontes, novas possibilidades de receber dinheiro vão surgindo. Como se você estivesse em um quarto escuro e um feixe de luz chamasse sua atenção. Ao se aproximar, você percebe que é uma janela e, quando a abre, se depara com um mar de oportunidades de renda extra.

Na prática, essas possibilidades podem ser um projeto de consultoria para ensinar o que você sabe a alguém, um curso, um trabalho freelance, entre outras maneiras que podem (e vão!) aparecer. Ao diversificar sua fonte de recursos, você aumenta seus ganhos e sua qualidade de vida também. Quem sabe nessas aventuras não aparece uma oportunidade muito mais rentável que a sua de hoje?

Repita com a gente: eu sou rica!
Repita com a gente: eu sou rica!

 

6 –  Preveja sua riqueza

Lembra de quando falamos sobre o propósito? Mesmo que você não tenha um objetivo bem definido, você já pode fazer o seguinte exercício: visualize o valor total que você quer ganhar (1 milhão, por exemplo). Anote em um papel esse montante e escreva detalhadamente no quê você vai investir essa grana toda. (320 mil: apartamento, 100 mil em viagens, 200 mil de investimentos na bolsa de valores e por aí vai). Experimente a sensação de ter toda essa abundância e sinta como se já estivesse rica(o).

Do mesmo jeito que sua mente te leva para longe do dinheiro quando você fica repetindo incessantemente que não tem, ela te aproxima da abundância quando você visualiza sua realização financeira. É como se você desse um comando de ação para o cérebro e ele vai se condicionar a essa nova realidade, levando você a alcançar suas metas. Lembre-se que quanto mais claros forem os seus propósitos, mais ideias vão surgir para te levar até a riqueza. A menos que você ganhe na loteria (que também é uma possibilidade), é mais provável que você receba insights que te colocam na direção do dinheiro.

Sinta todo o dinheiro que você quer ter.
Sinta todo o dinheiro que você quer ter.

Menos eu, mais nós

Independentemente do seu propósito, é importante que você considere sempre o coletivo, de forma que sua prosperidade possa agregar valor a vida dos outros, não só a sua. Na medida que compartilhamos nossas vitórias e vemos que temos o poder de transformar a vida de alguém, por menor que seja a proporção, tomamos consciência da maravilha que é crescer em conjunto. Pense de forma que suas ideias possam trazer valor para a sociedade e verá que sua abundância será consequência disso. Sabe aquela história de “trabalhe com algo que ama e nunca mais precisa trabalhar?”. Quem sabe o pote de ouro está o tempo todo te olhando e você nunca havia percebido.

É bastante provável que você tenha muitos insights depois de ler este material. Compartilhe conosco suas ideias! Vamos adorar saber da sua transformação.